Surreal | Última Semana - Orlando é levado para a delegacia




Surreal | Vigésimo Segundo Capítulo
Última Semana

Autor: Brian Tavares

Elenco deste Capítulo:

Isis Valverde como Lia Trindade
Antonio Calloni como Orlando Junqueira
Rômulo Estrela como Yslim Junqueira
Marco Pigossi como Lucas Salles
Bruno Garcia como Delegado Afonso

--

Continuação imediata do capítulo anterior: 

Cena 01: Mansão dos Junqueira  (INT – DIA)

Orlando está em seu escritório, Yslim entra no local preocupado.
Orlando – Aconteceu alguma coisa?
Yslim – Pai, a mansão está cercada pela imprensa!
Orlando – Mas o que aconteceu pra isso?
Yslim – Melhor você não saber ainda!
Orlando – Me fala agora, Yslim!
Lia entra no escritório.
Lia – Orlando, não é nada de mais! A imprensa apenas está curiosa pra entender a sua versão dos fatos publicados na minha coluna de hoje!
Yslim – Pai, você não leu a coluna?
Orlando pega o seu tablet imediatamente e fica chocado ao ler parte da matéria.
Orlando – Desgraçada!
Orlando joga o tablet na parede.
Yslim – Eu não estou entendendo, pai! Isso tudo é verdade?
Lia – É tudo verdade, Yslim! Seu pai cresceu, adquiriu prestígio, tudo pelas costas do meu pai, a quem ele deu um golpe!
Orlando – Eu vou acabar com você, Lia!
Lia – Não vai! Você não tem mais força pra isso, a polícia com certeza já deve estar investigando minuciosamente o que eu publiquei na minha matéria!
Close em Lia satisfeita.

Corte para:

Cena 02: Sede da empresa Surreal (INT – DIA)

Lucas comanda vários policiais até a empresa, ele sobem até o escritório de Orlando e reviram tudo, buscam informações.

Corte para: 


Cena 03: Entrada da Mansão dos Junqueira  (EXT – DIA)

Viaturas cercam o local e tentam entrar na mansão contendo a imprensa que está em massa lá.

Corte para: 

Cena 04: Mansão dos Junqueira  (INT – DIA)

Lucas – Eu preciso falar com Orlando Junqueira!
Lia – Ele já está esperando a chegada de vocês! No escritório, me acompanhe!
Lia e Lucas se deslocam para o escritório.

Corte para: 

Cena 05: Escritório de Orlando  (INT – DIA)

Lucas e Lia entram no escritório, Orlando cumprimenta o policial.
Lucas – Orlando, eu estou aqui para conversarmos sobre as denúncias feitas a você pela jornalista Lia Trindade Junqueira, sua nora!
Orlando – Eu já estou ciente de tudo! Respondo o que for necessário, mas só depois que a Lia sair daqui!
Lucas – Não será preciso, Orlando! Eu vou te levar para a delegacia!
Close em Orlando, sério.

Corte para: 

Cena 06: Entrada da Mansão  (INT – DIA)

Cinco carros pretos saem da mansão, em um deles está Orlando, a imprensa tenta captar imagens de dentro dos carros, confusos sobre onde está o carro com Orlando.
Orlando está dentro do carro, sério e visivelmente furioso.

Corte para: 

Cena 07: Mansão dos Junqueira  (INT – DIA)

Yslim se aproxima de Lia.
Yslim – Qual o motivo pra você publicar essas notícias contra o meu pai?
Lia – Yslim, eu tenho os meus motivos!
Yslim – Quais motivos, Lia? Até agora eu não entendo suas intenções!
Lia – Yslim, você ainda vai saber de tudo! Mas agora eu não posso falar nada!

Corte para: 


Cena 08: Delegacia de investigações  (INT – DIA)

Orlando depõem na delegacia.
Orlando – Os meios em que eu consegui o domínio da empresa são limpos, eu não dei golpe em ninguém!
Delegado Afonso – Nossos policiais estão investigando, Lia terá que apresentar provas nos próximos dias!
Orlando – Ela não vai apresentar provas nenhuma, ela não tem nada! Eu vou provar que essa mulher está mentindo, e quando fazer isso, vou colocar ela na cadeia!
Lucas – Não acredito que ela esteja mentindo, eu acho muito sensato esperarmos por essas provas!
Orlando – Você não pode se intrometer com suas suposições!
Delegado Afonso – Ele está certo, não acho que Lia, uma jornalista tão séria, se bastaria em boatos, ainda mais relacionados ao próprio pai dela!
Orlando – Eu vou provar que ela está mentindo!
Close em Orlando.

Corte para: 

Cena 09: Mansão dos Junqueira  (INT – NOITE)

Orlando volta para a mansão, está em seu escritório, até que Lia chega.  Os dois vão para o escritório de Orlando.
Lia – Eu te avisei que tinha mais coisa pra acontecer, Orlando!
Orlando – Você não vai conseguir provar o que fala!
Lia – Você sabe muito bem das provas que eu tenho contra você, agora é uma questão de tempo, e eu continuo com você nas minhas mãos!
Orlando – Você vai se arrepender!
Lia – Você que deveria se arrepender, foi você quem deu um golpe no meu pai, eu só tirei esses fatos de baixo do tapete! Mas ainda não acabou, eu vou me vingar de tudo o que você fez!
Close em Orlando tentando disfarçar o desespero.

Corte para: 

Cena 10: Entrada da Mansão  (EXT – NOITE)

Lia sai da mansão com seu carro, a imprensa cerca ela, mas ela consegue sair.

Corte para: 


Cena 11: Mansão de Lia  (INT – NOITE)

Lia – Foi maravilhoso, Margot! Ver o Orlando sendo levado pra delegacia!
Margot – Eu imagino, mas agora você vai fazer o quê?
Lia – Eu já tenho o Orlando nas minhas mãos, eu vou colocar ele na cadeia!
Close em Lia, satisfeita.

Corte para: 

Cena 12: Escritório de Orlando (INT – NOITE)

Orlando – Ela está com o domínio da empresa, publicou podres contra mim! Ela está acabando com toda minha carreira, com todo o meu prestígio!
Cássio – Se acalma, Orlando! A gente tem que ter cautela agora!
Orlando – Eu preciso que você me ajude!
Cássio – Você visa que eu faça o quê?
Orlando – Eu quero forjar, forjar uma prova contra a Lia!
Cássio – Prova? Prova de quê?
Orlando – Prova de que a Lia matou a Marjore!
Close em Orlando. 
Corta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário