24 Horas - Capítulo 2



1 cena (Avenida, continuação)
Tomás consegue desviar de Manuella, mais acaba caindo da moto. Ele se levanta e vai em direção a Manuella.
- Você tá bem? (Pergunta Tomás)
Os dois se olham fixamente.
- Quem pensa que é pra andar desse jeito? Quase me atropelou! (Diz Manuella nervosa)
- Calma! Não precisa ficar tão nervosinha. (Diz Tomás)
- Amiga você tá bem? (Pergunta Diana)
- Tô!
- Melhor a gente sair daqui por que os carros já tão começando a businar. (Diz Diana)
- Vê se dá proxima vez toma mais cuidado. (Diz Tomás montando em sua moto)
- Pode ter certeza que eu vou tomar sim, playboyzinho. (Diz Manuella)
- Boa sorte ai patricinha! (Diz Tomás)
Tomás sai novamente acelerado.
- Que cara grosso! (Diz Manuella)
- Mas até que ele é bem gatinho. (Diz Diana)

2 cena (Fábrica Tintex, continuação)
Após retirar o papel, Oscar o lê na frente de todos.
- Com posse de 60% das ações da fábrica, Roberto Defaro falecido presidente divide essas ações nas seguintes partes: Ana ficará com 5% da ações, Jessica 5% das ações e Beto com 50% das ações. Essa foi a decisão do Roberto! (Diz Oscar)
Ana se levanta indignada.
- Como assim cinco porcento das ações? Eu sou a esposo de Roberto e portanto tenho mais direito. (Diz Ana)
- Você nem casou com comunhão de bens, e portanto não tem sentido em ficar com a maior parte das ações. (Diz Oscar)
Oscar se levanta e parabeniza Beto.
- Parabéns Beto! (Diz Oscar)
- Obrigado! (Diz Beto)
- Eu já previa que isso ia acontecer. (Diz Jessica)
- O que tá feito, tá feito! Eu acho melhor a gente discutir isso em casa. (Diz Beto)

3 cena (Mansão, quarto de Tomás)
Tomás entra no seu quarto e deita na cama pensando na garota que encontrou na avenida.

4 cena (Bairro Bela Vista, casa de Marina)
Vera entra em casa e dá de cara com Sthefany e Rafael se beijando no sofá.
- Mais o que é isso? (Diz Vera)
- Mãe, a senhora disse que não ia chegar agora. (Diz Sthefany)
- Tudo bem Dona Vera? (Diz Rafael)
- O Rafael já estava de saída, não é Rafael? (Diz Sthefany)
- Sim! Eu te encontro mais tarde. (Diz Rafael)
Assim que sai, Vera diz a Sthefany:
- Quando é que você vai tomar jeito? (Pergunta Vera)
- Também não é pra tanto! Você já conhece o Rafael. (Diz Sthefany)
- Podiam pelo menos firmar um compromisso sério, em vez de ficar nesse rola ou enrola. (Diz Vera)
- Se a senhora tá falando de casamento pode esquecer. Por que primeiro eu vou realizar meu sonho de ser modelo. (Diz Sthefany)

5 cena (Mansão Orato, sala)
Todos chegam da reúnião.
- Eu ainda não consigo acreditar que não ficamos com a fábrica. (Diz Ana)
- O pior de tudo é que ficamos com 5%. (Diz Jessica)
- Ainda bem que o Oscar não ficou com nada, pobre quando fica rico só jesus! (Diz Ana)
- O Oscar deu o melhor de si para conquistar o cargo dele. Além de ter trabalhado anos na fábrica, eu sinceramente não conheço outro economista melhor que ele. (Diz Beto)
- Todo mundo tem qualidades, apesar da de alguns serem bem pequenas. (Diz Ana)
- Mais eu tenho certeza que você vai ser o melhor administrador que aquela fábrica já teve. (Diz Jessica beijando Beto)

6 cena (Casa de Manuella)
Almoçando na mesa, Édson pergunta a Manuella.
- Entregou o trabalho da faculdade? (Pergunta Édson)
Manuella distraída pensando no cara que encontrou na avenida não responde.
- Manuella! Entregou o trabalho? (Pergunta Édson)
- Entreguei!
- Aconteceu alguma coisa, você tá meio distraída. (Diz Édson)
- Não, na verdade estou apenas preocupada com a chegada das provas da faculdade. (Diz Manuella)
- Tenho certeza que irá se sair bem! (Diz Édson)

7 cena (Mansão, cozinha)
César entra devagar na cozinha e dá um susto em Ivete.
- Será que dá pra parar com isso! (Diz Ivete)
- Vai me dizer que não gosta das minhas brincadeiras? (Pergunta César)
- Se for pra me atrapalhar o tempo todo, não! (Diz Ivete)
- Você não vai acreditar no que aconteceu. O Beto é o novo diretor da fábrica e o novo dono da mansão. (Diz César)
- Sério? E a Dona Ana e Jessica ficaram com o que? (Pergunta Ivete)
- Ficaram com uma pequena parte, mais nada comparado com o que elas tinham. (Diz César)
- Eu acho que esse é o melhor momento pra pedir um aumento pro Beto. (Diz Ivete)

8 cena (Mansão, Sala)
Logo em seguida Tomás entra na sala.
- Pela cara de vocês aconteceu alguma coisa, estou certo? (Diz Tomás)
- Infelizmente aconteceu sim! (Diz ana)
- Aconteceu o que? (Pergunta Tomás)
- Eu fui nomeado o novo presidente da fábrica. (Diz Beto)
- Então você agora também é o dono da mansão. E eu vou adorar fazer minha festa aqui. (Diz Tomás)
- Nem pensar! Tem tantos lugares pra se fazer festinhas, porque tem que ser aqui? (Pergunta Jessica)
- Eu acho que você não precisa opnar muito, afinal não manda mais aqui. (Diz Tomás)
- Beto, fala alguma coisa! (Diz Jessica0
- Calma, podemos resolver isso de uma outra maneira. (Diz Beto)
- O Beto tem razão, podemos falar disso depois. Além do mais falata um mês pra festa acontecer, certo Jessica? (Diz Ana)
- Tudo bem, dessa vez passa! (Diz Jessica)
- Então fechou! Eu vou ficar responsável por tudo, quero que essa festa seja top. (Diz Tomás)
- Tomás espera tenho que falar com você! (Diz Beto)
Ele vai atrás de Tomás.
- Ai que raiva! Você podia pelo menos ter ficado do meu lado. (Diz Jessica)
- Não vamos discutir por mutivos bobos. E não esqueça que o Tomás é irmão do Beto! (Diz Ana)
- Espera pra ver, eles vão transformar essa mansão numa balada de adolescentes. (Diz Jessica)
- Esqueçe isso! Nós temos que se consentrar numa coisa: o Beto. (Diz Jessica)
- Como assim? (Pergunta Jessica)
- Você precisa se casar com o Beto! (Diz Ana)

Nenhum comentário:

Postar um comentário