Gente Perigosa | Capítulo 6


1 cena (apartamento de Cristian.interior)
Um policial toca a companhia. Cristian vai atender.
- (Cristian) Já vai!
Após abrir a porta, dois policiais entram no apartamento de Cristian.
- (Cristian) O que devo a visita?
- (Policial 1) Você é Cristian Torres?
- (Cristian) Sou eu, por que?
- (Policial 1) Precisa nos acompanhar até a delegacia imediatamente para um depoimento.
O segundo policial lhe entrega um mandato.



2 cena (mansão.interior.escritorio)
Pedro ainda aflito e preocupado conta o que sabe para Suzana:
- (Pedro) Eu quando sai da cozinha para buscar bebidas no depósito, perto da garagem, vi três homens colocando uma mulher dentro do carro. 
- (Suzana) Só pode ser Julieta! 
- (Pedro) Eles estavam mascarados, não deu para ver o rosto.
- (Suzana) Essa pista vai ser muito importante, eu vou informar a polícia.

3 cena (delegacia.interior.sala) 
O policial entra com Cristian na sala de Ivan.
- (Policial) Delegado!
Ivan Que está de costas se vira.
- (Ivan) Então o senhor é Cristian Torres?
- (Ivan) Sim, e imagino o que queira falar comigo.
- (Ivan) Sente-se por favor!
Cristian e Ivan se sentam.
- (Ivan) Que tal começar me dizendo porque saiu com Julieta sozinhos pra fora do salão central.
- (Cristian) Eu e Julieta tínhamos um relacionamento sério, e queria aproveitar a ocasião para pedir ela em casamento. Por isso saímos de dentro do salão. 
- (Ivan) Então quis fazer uma surpresa? 
- (Cristian) Exatamente, essa foi a hora que a deixei sozinha pra buscar as alianças.
- (Ivan) Ok, por hoje é só isso! Eu ainda preciso recolher outras informações.

4 cena (empresa.interior.sala)
Vitória entra em sua sala. Logo em seguida o seu celular toca.
- (Vitória) Alô!
- (Cristian) Vitória sou eu!
- (Vitória) Cristian, que surpresa você ter me ligado.
- (Cristian) Eu acabei de depor na delegacia. E eu preciso muito conversar com você.
Vinicius entra na sala.
- (Vitória) Claro, eu dou uma passada no seu apartamento hoje a noite.
Vitória desliga o celular.
- (Vinicius) Imagino que deve ser o Cristian, estou certo?
- (Vitória) Certíssimo! Parece que sem a minha priminha no caminho eu estou conseguindo conquistá-lo.
- (Vinicius) Falando assim parece até que você sumiu com Julieta.
- (Vitória) Não tire conclusões precipitadas Vinicius. 
- (Vinicius) Eu não costumo trabalhar com conclusões precipitadas minha cara amiga.
- (Vitória) Adoro o seu bom senso! Mais agora eu preciso me arrumar para estar bem linda hoje a noite, até breve!
Assim que Vitória sai da sala. Vinicius fica pensativo.

5 cena (mansão.interior.escritório)
Pedro fica tenso e preocupado.
- (Pedro) A senhora não pode contar nada!
- (Suzana) Por que não?
- (Pedro) Por que eu vou estar envolvido nisso.
Logo em seguida Laura entra no escritório e diz:
- (Laura) Dona Suzana, tem visita pra senhora.

6 cena  (mansão.interior.sala)
Suzana recebe Vinicius.
- (Suzana) Vinicius que surpresa!
Os dois se cumprimentam.
- (Vinicius) Como você está?
- (Suzana) Levando a vida, como sempre digo. Mais me diz, o que te trouxe aqui?
- (Vinicius) Eu vim como amigo saber como está essa situação da Julieta.
Os dois se sentam no sofá.
- (Suzana) O delegado que está cuidando do caso, ainda não encontrou nenhuma pista do sumiço de Julieta. Mais está trabalhando exclusivamente no caso.
- (Vinicius) Entendo. 
- (Suzana) E como vão os negócios da empresa?
- (Vinicius) Vão bem, eu e a Vitória damos o nosso melhor e fazemos de tudo para a empresa continuar crescendo.
- (Suzana) A Vitória com aquele jeito discreto dela, mais faz uma grande diferença.
- (Vinicius) Eu acho que a empresa pode evoluir muito mais se a Vitória fosse a presidente e não a vice.
- (Suzana) Concordo plenamente, mais isso depende de Natanael e Julieta que são os donos legítimos.
- (Vinicius) Vamos concorda que o Natanael mal se preocupa com a empresa, e ainda tem o sumiço de Julieta.
Suzana se levanta e pergunta seriamente:
- (Suzana) Onde quer chegar com isso?
- (Vinicius) Você é esposa do presidente da empresa, e tem poder para mudar essa situação. Mais não quero te pressionar, isso é apenas um conselho de amigo.
- (Suzana) Eu vou pensar nisso.


7 cena (boate.interior.quarto)
Charlotte se levanta da cama e pega um uísque para Natanael, que está deitado.
- (Charlotte) E o caso da sua irmã? Já foi resolvido?
- (Natanael) Não!
- (Charlotte) Você por acaso tem alguma coisa a ver com isso?
- (Natanael) O que você acha?
- (Charlotte) A única coisa que sei é que você e Julieta nunca se deram muito bem. Motivos não faltam!
Natanael se levanta e veste suas roupas.
- (Natanael) Tem toda razão! Já está ficando tarde, eu já vou!
Charlotte se aproxima de Natanael e o beija.
- (Charlotte) Só quero que saiba que você daria um lindo sequestrador!


8 cena (mansão.interior.cozinha)
Pedro entra na cozinha e Laura lhe pergunta:
(Laura) Posso saber o que estava conversando com a dona Suzana?

Nenhum comentário:

Postar um comentário