Mulheres Poderosas - Capítulo 25 (Últimos Capítulos)




UMA NOVELA DE: SANDRA.

ANTERIORMENTE: NICOLE PERGUNTA Á AGUINALDO QUEM ELE É E PORQUE ODEIA DUDA.

CENA01/APARTAMENTO DE NICOLE/INTERIOR/SALA/NOITE.

AGUINALDO- Eu sou o padrasto dela.

/NICOLE SE ESPANTA, ELA LEMBRA QUE LÉO DISSE QUE AGUINALDO ERA PEDÓFILO/

NICOLE- Então é você, o homem que tentou estuprar ela?

AGUINALDO- Isso é o que ela diz. A verdade não é essa.

NICOLE- Não importa se o que ela diz é ou não é verdade, por mim essa morta de fome já estava morta.

AGUINALDO- Más então, o que ela te fez?

NICOLE- Essa vagabunda, roubou meu namorado, estávamos quase noivos, ele era minha única opção de me dar bem naquela maldita agência.

AGUINALDO- Más você não me chamou aqui para ficarmos de papinho difamando ela, diz logo, o que quer de mim.

NICOLE- Quero que você sequestre ela.

AGUINALDO- Só isso? sem morte, dor e nem sofrimento.

NICOLE- Diga seu preço.

AGUINALDO- Isso eu faço de graça, faço isto pelo prazer de me vingar dessa desgraçada, faço ainda hoje.

NICOLE- Não. hoje não, quero que sequestre ela no dia do casamento, vai ser impagável ver aquele idiota esperando ela no altar.

AGUINALDO- Tudo bem, o crime eu cometo de graça, más a arma, o local e até um ajudante a senhora vai ter que arranjar.

NICOLE- Tudo bem, eu tenho algumas economias, já que eu não vou mais conseguir me dar bem no mundo da moda, vou pedir um grande valor de recompensa pela soltura da babaca.

AGUINALDO- Eu não acredito que você vai deixar ela viva.

NICOLE- Depois que eu pegar o dinheiro, direi que soltarei ela, más só direi, você que faça o que quiser com ela.

AGUINALDO- Já até sei o que vou fazer /risos/, vou terminar o serviço que ela não me deixou terminar.

NICOLE- Me poupe dos detalhes sórdidos.

AGUINALDO- Já que a madame vai entrar na grana, podia pelo menos alugar um jatinho.

NICOLE- Para que? O que você quer fazer?

AGUINALDO- É para a fuga, ou a dona acha que a polícia não vai tentar nos prender por terra.

NICOLE- Até que para um pé rapado você tem miolos demais.

AGUINALDO- Para quando é o casório?

NICOLE- Daqui dois meses, até lá teremos tempo de nos planejarmos.

AGUINALDO- Agora sim você me paga duda /risos/.


                                                   DOIS MESES  DEPOIS...                                                                 



CENA02/APARTAMENTO DE DUDA/INTERIOR/QUARTO/DIA.

/DUDA PROVA O VESTIDO DE NOIVA/

CÉLIA- Minha filha o vestido caiu feito uma luva em você.

DUDA- Ainda bem mamãe, eu sempre quis usar o vestido que a senhora usou quando casou-se com meu pai. Amanhã entrarei realizada na igreja.


CENA03/CASA DE BRUNA/INTERIOR/SALA/DIA

BRUNA- Filho, você já marcou a data para eu assinar a papelado do divórcio?

EDU- Sim mamãe, más por favor pense melhor, eu só te penso isso.

/ELA SE LEMBRA DOS BONS MOMENTOS COM VICENTE/

BRUNA- Por que tinha que ser assim?

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário