Novidades no Web Mundi GO!


Dom de Amar | Cap. 02 #DomDeAmarNoWebMundi






DOM DE AMAR
by
EVERTON BRITO

Capítulo 02


FADE IN:

01 INT. CASINHA DE MARINA- DIA.

Abre em Marina, lavando a louça. A luz que irradia da janela ilumina seu rosto. Um sopro em seu rosto e SARITA adentra assustada.

SARITA
Marina!

Marina olha Sarita, confusa.

SARITA
Você não acreditar no que aconteceu.

Áudio off.
Marina derruba o prato no chão, que se quebra. Foco. Ela sai correndo.

CORTE IMEDIATO PARA.

02 INT. CEMITÉRIO- DIA.

Choro. Eduardo, Demétrio, Melissa e mais um tanto de gente em torno do túmulo de Leandro.

   Melissa avista Marina chegar e se enfurece.

MELISSA
Maldita!

Melissa corre até Marina e a encara. As pessoas começam a encarar as duas. Demétrio e Eduardo vão até elas.

MELISSA
Maldita!

MARINA
(aos soluços)
Deixa eu passar.

MELISSA
Foi sua culpa! A culpa é toda sua!

MARINA
Eu quero me despedir!

MELISSA
Não vai!

EDUARDO
É verdade que essa criança que você está esperando é do Leandro? O Demétrio nos disse.

DEMÉTRIO
Eu tive que contar, desculpe.

MARINA
Não tenho porquê mentir. É dele sim.

EDUARDO
De todos os modos, eu vou exigir um exame de DNA.

MARINA
Exija o que quiser. O resultado será o mesmo.

MELISSA
Isso é o que você diz. Sabe que eu nunca simpatizei com você. Você nunca me enganou. Essa sua cara sonsa, esse seu jeito insuportável de vagabunda reprimida/

MARINA
Está me ofendendo.

MELISSA
Eu te odeio, desgraçada! Eu te odeio com todas as minhas forças. Odeio! Eu quero que você e esse seu filho morram!

Marina dá um tapa na cara de Melissa, que é amparada por Eduardo.

MARINA
Leandro!

Marina corre até o túmulo de Leandro, desesperada.

MARINA
Cadê? Onde está ele? Leandro… Leandro…

DEMÉTRIO
Marina… Me esculta. Não tem nada do Leandro aí.

Ela encara Demétrio por um instante.

DEMÉTRIO
O corpo dele explodiu junto com o carro.

Marina grita de dor e desmaia nos braços de Demétrio, que a abraça. As pessoas se juntam. Demétrio sorri sutilmente, satisfeito.

FADE OUT.


FADE IN:

03 INT. ARAS MUÑOZ, QUARTO DE BENTO- DIA.

Sarita e Eduardo conversam frente ao quarto de Bento.

EDUARDO
Eu vou ter que me ausentar um pouco. Senão eu mesmo cuidaria de meu filho. Bento é sensível demais a certas coisas. Ele anda tendo alucinações, mania de perseguição. Hoje ele estava mais agitado com a morte do Leandro.

SARITA
Eu entendo.

EDUARDO
Não se assuste com suas crises. Segue à risca o horário dos remédios e não dê nada além do que é pedido nas instruções que eu escrevi no caderno.

SARITA
Pode deixar.

EDUARDO
Isto posto, eu já vou. Boa sorte.

Eduardo olha rapidamente para a cama onde Bento adormece e sai. Sarita adentra no quarto e respira, aliviada.

SARITA
Que homem horripilante. Credo em cruz.

Ela observa Bento e se entristece. Segue até sua cama. Ajoelha-se, passando a mão em sua testa, afastando seu cabelo.

SARITA
Ah, Bento… O que aconteceu com você que era tão sorridente. Onde está seu sorriso agora?

Foco no rosto de Bento.

04 INT. CASINHA DE MARINA- DIA.

Em Marina, sentada na mesinha redonda, bebe um copo d’água, ainda aos prantos. Está acompanhada de Demétrio.


MARINA
Eu não acredito que isso aconteceu… O Leandro se foi. Eu perdi completamente meu rumo.

DEMÉTRIO
Ei…

Demétrio agarra a mão de Marina.

DEMÉTRIO
Eu tô aqui com você. O Leandro confiava em mim, confia você também. Eu vou estar aqui para o que você precisar.

MARINA
O Leandro foi o único homem que amei nessa vida. Ele disse que voltava para me buscar, onde ele está agora?

Subitamente uma forte ventania adentra no local e derruba um porta retrado de Leandro no chão, quebrando-o. Marina corre até lá.

MARINA
Quebrou. Só resta a foto agora.

Demétrio levanta da cadeira e aperta o ombro de Marina.

DEMÉTRIO
Eu tenho certeza que de onde ele está agora, torce muito para que seja feliz.

MARINA
Obrigado, Demétrio.

Marina encosta sua cabeça no ombro de Demétrio.

05 EXT. UNIVERSIDADE-DIA.

MALU se encontra do lado de fora da universidade. Carrega consigo uma cesta de doces na mão.


MALU
(sorri)
Hoje eu vendo tudo.

Ela oferece os dedos a quem passa, mas é ignorada por todos que saem da universidade.

MALU
Compra um doce? Não?

Malu vira-se e acaba trombando em ARNALDO, que rapidamente segura a cesta. Ele ri.

ARNALDO
Quase

MALU
Moço, ainda bem que foi rápido. Já pensou? Eu ia perder todos os doces.

ARNALDO
Por sorte eu agarrei à tempo. São doces de quê?

MALU
Ah, tem de tudo. Goiaba, Banana, de Leite…

ARNALDO
Eu vou querer um de côco.

MALU
Sério?

Malu entrega o doce à Arnaldo. Uma buzina soa. Ele olha para trás.

SÉRGIO
Vem!

Arnaldo pede para esperar e entrega o dinheiro para Malu.

ARNALDO
Fica com o troco.

MUSIC FADE: More Than Friends- Jason Mraz (feat. Meghan Trainor)

Os dois se entreolham.

ARNALDO
Você é linda, sabia?

Malu fica sem graça. Arnaldo grita.

ARNALDO
Venham todos comprar os doces dessa moça! São maravilhosos!

Arnaldo sorri para ela. Aos poucos as pessoas chegam para ver os doces e Malu acaba perdendo Arnaldo de vista.

Ela passa a atender os clientes, sorridente.

06 INT. ARAS MUÑOZ, ESCRITÓRIO- NOITE.

CAM percorre lentamente o local. PLANO BAIXO. Foca todo o escritório de baixo, subindo lentamente. Até que revela Demétrio, com os pés em cima da mesa, autoritário. Segura e olha fixamente para uma furadeira.

Foco em seus olhos, inebriados.

07 INT. CASINHA DE MARINA- NOITE.

Marina esta com um terço entre as mãos, rezando em silêncio. Lágrimas escorrem de seu rosto. Apenas uma vela acesa.

Logo, uma nova onda de ventania toma conta do local e então a porta se abre sozinha. Ela olha assustada. Uma mão segura a porta.

MARINA
Quem está aí?

Marina corre até a porta e se depara com Cecílio, ainda nú e muito fraco, porém se suas asas.

CECÍLIO
Preciso que me ajude… Por favor…

Disse essas últimas palavras antes de cair desacordado no chão. Marina põe a mão na boca, assustada.

FADE OUT.
FIM DO CAPÍTULO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário