Novidades no Web Mundi GO!


Fora Do Ritmo - Penúltimo Capítulo - Quarto Capítulo



Dizem que o bem sempre vence o mal, mas nessa história eu acredito que não haja essa divisão, na vida ninguém é 100% bonzinho nem 100% mal, então sendo assim, quem sairá por cima?

Cena 1: Camarim/ Noite
Roberta - Não beba isso?
Malu - Tia?
Roberta - Não beba isso, Malu! Eu já caí nesse golpe!
Anastácia - Você chamou ela de que? De tia?!
Malu - De tia, é isso que ela é minha!
Anastácia - Eu não acredito nisso!
Roberta - Eu é que não acredito que novamente você tentou derrubar a carreira de alguém, assim como você fez com a minha! Mas agora meu bem, eu novamente estou por cima, e vou derrubar a sua! Eu jurei que uma dia ia te destruir, e agora eu vou cumprir!
Anastácia - Você acha que porque conseguiu lançar a sua sobrinha no mundo da música você me venceu? Seus conceitos de vitória estão bem errados! Ninguém me supera! O jogo ainda não acabou, meu amor!
Roberta - Pra você acabou sim! Aguarde! Isso aqui é só o começo!
Anastácia - Vamos, Melina! Por hoje deu!

Cena 2 - Carro/ Noite.
No caminho para casa, Anastácia discute com Melina.
Anastácia - Você é muito burra, eu te pedi que não deixasse ninguém entrar e o que você faz? Deixa justamente a Roberta entrar.
Melina - Burra não! Você não vê que foi tudo premeditado por ela, ela te jurou vingança, e a Malu é a vingança dela.
Anastácia - Vingança? Hahahaha aquela garota é só um aperitivo pro prato principal, eu derrubo ela e aí derrubo a Roberta de vez, só que dessa vez ela não vai mais se reerguer!

Cena 3 - Camarim/ Noite
Malu - Como eu fui burra! Quase que eu caio nesse golpe ultrapassado!
Roberta - Não se culpe, a Anastácia é muito manipuladora!
Malu - Agora ela já sabe sobre a gente, tia! Desculpa, não queria estragar seus planos!
Roberta - Não estragou! Isso veio na hora certa! Amanhã começa a derrocada de Anastácia Varella!
Malu - Quando eu vou descobrir o motivo desse ódio entre vocês?
Roberta - Na hora certa, quando eu ver que ela perdeu tudo, eu te conto a nossa história!

Cena 4 - Casa de Anastácia/ Manhã
Anastácia acorda, vai até a mesa do café e recebe uma péssima notícia de Melina.
Melina - Senta, porque o que eu vou te contar agora é pesado!
Anastácia - Depois da missão fracassada de ontem, nada mais me abala! Fala logo, eu preciso me arrumar pra ir gravadora!
Melina - Isso se você ainda tiver gravadora né?
Anastácia - Como assim?!
Melina - Bom, lá vai! A Roberta cumpriu a promessa dela! A vagabunda divulgou na imprensa um dossiê te massacrando, lá ela conta tudo de ruim que você fez a sua vida inteira, e ainda contou o acontecido de ontem!
Anastácia - Ela não fez isso! Eu vou matar essa piranha!
Melina - Ela fez, a vingança demorou, mas veio!
Anastácia - Manda tirar isso do ar agora!
Melina - Tarde demais! Já tá em vários jornais, e várias empresas já ligaram cancelando parceria com a gravadora. O Pedro Mendes ligou pedindo demissão, disse que não quer ver a imagem dele ligada a uma pilantra feito você! Infelizmente, é o começo da nossa decadência!
Anastácia - NAAAAAAAAAAAO! NÃO ISSO NÃO ESTÁ ACONTECENDO! Não, eu não nadei até aqui pra morrer na praia! E eu já sei exatamente como me vingar da Roberta e da Malu!

Cena 5: Casa de Malu/ Manhã
Roberta - Já viu os jornais?
Malu - Vi, tia! Fiquei chocada, é sério que ela fez tudo isso?
Roberta - Sim, aquela vagabunda é um monstro!
Malu - Como alguém pode ser capaz de matar o próprio pai, tudo por ambição!
Roberta - Ela deu pequenas doses de veneno a ele, o matou aos poucos, tudo isso no intuito de ficar com a empresa!
Malu - Mas agora ela vai pagar por tudo isso!
Roberta - Vai, logo logo a polícia tá batendo na porta dela!
Malu - Eu preciso ir, tia! Hoje tem ensaio de uma música nova, e eu tô sentindo que vai bombar!
Roberta - Boa sorte, meu anjo!

Cena 6: Rua/ Calçadão/ Manhã
Malu está andando pelo calçadão, está apressada, até que é imobilizada e levada por um homem até um carro preto!
~No carro~
Malu - O que é isso?
Anastácia - Vamos dar um passeio, amor! Você vai adorar!

Congela no rosto de Malu

Nenhum comentário:

Postar um comentário