Castelo de Areia - Capítulo 20.


NO CAPÍTULO ANTERIOR:
Carmela revela a sua filha que está endividada, e que colocou o apartamento onde vivem como garantia. Flávia diz que pensará em alguma forma de reverter essa situação. Branca diz a Laerte que teme caso Estela volte a empresa. A doutora Carolina é apresentada a Estela. Na saída da Faculdade Bruno ameaça Júlia.
FIQUE AGORA COM O CAPÍTULO DE HOJE:


CENA 01 / FACULDADE / EXTERIOR / DIA.
JÚLIA - Bruno, me dá licença, eu já lhe pedi.
BRUNO - Porque você faz isso comigo? Hein? Cê sabe que eu te amo!
JÚLIA - Me ama? Desculpa, mas isso que você demonstra não é amor. Porque quem ama respeita, entende. Você não me ama não Bruno!
BRUNO - Ah é? Então eu vou provar que te amo!
Ele beija ela a força. Ela resiste e dá um tapa na cara dele.
BRUNO - O que é isso?
JÚLIA - Fica longe de mim! Acabou! Não tem mais nada entre nós. Eu quero terminar tudo com você.
BRUNO - Você não pode fazer isso.
JÚLIA - Eu não só posso como vou, aliás já fiz. E você fica longe de mim, eu estou te avisando...
Ela sai de lá rapidamente.
CENA 02 / MANSÃO BITENCOURT / INTERIOR / QUARTO DE ESTELA / DIA.
CAROLINA - Bom Estela.
ESTELA/MARIA - Maria. Eu prefiro que me chame de Maria.
CAROLINA - É claro. Então, como eu ia dizendo Maria, o seu pai já me adiantou parte do que ocorreu com você. Mas caso você queira me contar algo a mais, fique a vontade.
ESTELA/MARIA - Não há nada a mais a se contar,até porque eu nem me recordo. As únicas coisas que eu sei sobre a Estela foram o meu pai que me contou.
CAROLINA - Você se incomodaria de se deitar e fechar os olhos?
ESTELA/MARIA- Não, de forma alguma.
Ela então se deita. Carolina começa a sessão.
CAROLINA - Feche os olhos, se imagine em um sono. Um sono profundo, mas que nesse sonho você está lúcida e ouvindo a minha voz, e os meus comandos. Tudo o que você fará daqui em diante é o que vou lhe dizer.
Estela entra em um sono em estado lúcido, carolina fala com ela. Ela vê e sente tudo o que é dito.
CAROLINA - Você está indo em direção a uma casa na beira da praia; ao chegar lá a porta da frente da casa está aberta, você entra lá e ao chegar perto da janela principal você vê um criado com uma gaveta. Lá há um álbum, um álbum diferente, um álbum de lembranças. Ao abrir ele você não vê apenas fotos, você se recorda de lembranças esquecidas nos cantos mais remotos de seu cérebro. Você então abre ele, ao abrir você começa a se recordar.
Ela então o abre e se recorda de Branca lhe dando um viagem de presente. Logo após ela relembra o barco explodindo, ela então com susto acorda do sono.
ESTELA/MARIA - Eu vi! Eu vi!
CAROLINA - O que? O que você viu? Me conte!
Ela então conta tudo a Carolina.
CAROLINA - Ótimo, você já está progredindo, e na primeira sessão. O primeiro passo já foi dado. Eu vou marcar uma outra sessão, você está muito abalada para continuarmos.
ESTELA/MARIA - Obrigada doutora. Por mais que seja doloroso certas lembranças eu preciso disso.
CAROLINA - É claro minha cara!
ANOITECE.
CENA 03 / MANSÃO BITENCOURT / INTERIOR / SALA / NOITE.
RAMIRO - Eu tô preocupado mãe.
HELENA - Com o que meu filho?
RAMIRO - Com a Maria, estou com medo de perdê-la. Agora que ela está descobrindo quem ela é, vendo que é rica de posses, eu tenho medo de que ela me abandone. Eu sou um simples pescador, o que eu tenho a oferecer a ela?
HELENA - Ela não vai fazer isso meu filho, não te preocupes. Ela é diferente, ela tem o coração bom. Eu sei que ela nunca iria se deixar deslumbrar pelo dinheiro.
Augusto interrompe.
AUGUSTO - Desculpem-me, mas eu não pude deixar de ouvir. Meu rapaz, minha filha nunca faria isso. Eu a conheço desde pequena, e posso lhe dizer que eu vejo que ela te ama. Confia no amor que ela sente por você, quem ama confia.
HELENA - Ela está certo meu filho. Confia, de coração!
CENA 04 / MANSÃO BITENCOURT  QUARTO DE BRANCA / INTERIOR / NOITE.
Alexandre liga para Branca.
ALEXANDRE - E então madame? Você me disse que iria avisar quando eu deveria matar sua irmã. Mas você nunca mais ligou, não disse nada. Desistiu?
BRANCA - É claro que não! Eu só tenho que dar um tempo. As coisas estão complicadas agora, um fato como esse poderia levantar suspeitas. Vamos ter que adiar um pouco a partida dela. Mas não muito, fique atento, em breve lhe procuro.
ALEXANDRE - Então tá.
BRANCA - Já deixe pronta a sua melhor arma!
CONTINUA…
ATÉ AMANHÃ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário