WCM – Edição 8 – A evolução das artes da Web Mundi


Está no ar, o Incrível mundo da Web Mundi!

Olá pessoas bonitas, tudo bem com vocês?


No programa de hoje vamos falar justamente sobre isso: a boniteza (e a desboniteza, se é que essa palavra existe) do Design da Web Mundi.

Sim, começamos feios que dói. Mas como a lindeza é relativa e varia de pessoa para pessoa, não vou fazer classificações de feio ou bonito a todo tempo.

A Web Mundi teve várias ERAS, e separei elas para que possamos compreender melhor cada mudança.

Simbora cambada!



Era Pré-Hacker ou Era Web Mundi 1.0


Início 2015. A primeira Logo da WEB MUNDI você viu acima. Aqui, estávamos começando a nossa jornada sofrida. O design do blog era simples, mas combinava com a logo. Nota-se uma falta de organização e um Menu semiacabado, faltando alguns tópicos a serem editados:


Alguns dias depois, a Logo foi alterada para um mais “sério” de cores foscas e aquele preto e branco básico na tipografia:


Passando-se alguns dias, veio aquele tão falado hackeamento que o blog sofreu fazendo com que o dono perdesse a senha de acesso ao blog para sempre.

Era Pós-Hacker ou Era TV Manchete


Início: Novembro de 2015. Nessa nova fase/era, optou-se pela troca de nome para TV Manchete, temendo um outro hackeamento caso permanecesse com o antigo nome. O design do blog nessa época infelizmente não se encontra em nossos registros, mas era bem parecido (quase idêntico) ao design anterior, só mudando a logo. Webs programas marcaram forte presença devido a carência de autores de webs novelas e séries.

Era Portal Manchete

O SBT mandou lembranças...
Início: começo de 2016. Confesso que essa, pra mim, foi a melhor fase do blog (mesmo com a audiência e os comentários em baixa). Nessa época, o design da Web Mundi era dinâmico e causava impacto. Recebemos até elogios internos e externamente. Claro que alguns bugs aconteciam e também por ser um layout pesado, pessoas com internet em baixa velocidade sofriam para carregar a página.




A era foi marcada pelo ‘tiro para todos os lado”. Sim, tinha desde postagens pessoais (como o Dicas da Dani) à notícias do brasil e do mundo. Sem contar que esse período foi, digamos, o da ousadia. Muitas web séries foram ao ar, e até as web novelas pareciam web séries (devido as peculiaridades de suas histórias). Muitos autores apareceram; muitas críticas e elogios; banners, cartazes, logos bem a hora e de impacto visual.

Tínhamos a tradição de estreias por temporada: Fall Season, Winter Season, Spring Season e Summer Season. Todas de grande importância. Contribuíram para um aumento no status e reconhecimento do blog, atraindo olhares e admiradores.

As melhores vinhetas de abertura são dessa fase.

Era Web Mundi 2.0

Início: 2017. Foi uma fase mais light da Web Mundi. Aqui, definimos bem o nosso posicionamento voltado agora para webs originais como: programas, novelas, séries, especiais, filmes e minisséries.
O impacto visual ficou mais neutro com um Azul Tiffany e obras mais conceituais. As web séries ficaram meio ofuscadas.
Um ponto marcante nessa era foi a audiência estrondosa do blog, chegando a índices inimagináveis, principalmente no que diz respeito aos capítulos das web novelas.


Era Web Mundi 3.0 (Atual)


Início: 2018. É o momento em que estamos agora, repleto de web novelas. Horários consolidados. Os Webs Programas ganharam força de novo. As cores em degrade reforçam a imagem de uma emissora sustentada em duas vertentes: novelas (cor vermelha) e programas (azul). Nota-se também um amadurecimento na marca e um layout simples e aconchegante.



E ficamos por aqui pessoal!!!
Até semana que vem!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário