Pobre Chique - Capítulo 27 (Últimos Capítulos)







WEB NOVELA DE: EVERTON BRITO.
ESCRITA POR: EVERTON BRITO E FAILON TEIXEIRA.
COLABORAÇÃO: STHEFANI CLAUDINO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.
DOMINIQUE
TADEU
BELLA
LUQUE
MARIA
RODRIGO
DÉSIRÉE
BENÍCIO
NÁDIA
FERDINANDO
CARLOS

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS.
DELEGADO
JOSÉ
STELLA
ANTÔNIO
BEATRIZ

CAPÍTULO 27. (ÚLTIMOS CAPÍTULOS)

CENA 1. APARTAMENTO DE DOMINIQUE – [INT.NOITE]
DOMINIQUE- Vai Tadeu, me responde! Eu preciso saber.
TADEU- Olha, eu e a Maria, somos apenas bons amigos. Eu ajudei ela quando ela chegou aqui ao Rio de Janeiro.
DOMINIQUE- Entendo. Mas o que realmente houve entre você dois?
TADEU- Dominique, não houve história nenhuma entre eu e a Maria.
DOMINIQUE- Como assim? Vocês não tiveram nada mesmo?
TADEU- Não, Dominique. A Maria é uma boa amiga, mas como namorados não tivemos nada. E nem vamos ter.
DOMINIQUE- Entendo, Tadeu! Mas você é um cara tão gentil e que gosta de ajudar.
TADEU- Sim. Mas essa é a pura verdade.
DOMINIQUE- Bom, então você podia dá uma chance pra nós dois/
TADEU- Por favor, Dominique! Eu prefiro não falar sobre este assunto. Não vamos ter nada.
DOMINIQUE- Você tem sido legal comigo. Eu quero fazer algo por você.
A chuva cessa.
TADEU- Não vamos ter absolutamente nada. Eu sinto muito...
Dominique se levanta e sai aos prantos.

CENA 2. CASA DE NÁDIA – SALA – [INT.NOITE]
Maria chega à casa de Nádia. Toda molhada, Nádia leva umas tolhas para ela.
NÁDIA- Maria, o que aconteceu com você, amiga?
MARIA- Eu apanhei muita chuva. Ainda bem que parou mais um pouco.
NÁDIA- Se enxuga com as toalhas, ou você quer pegar um resfriado, ou coisa pior?
Maria se enxuga com as toalhas.
NÁDIA- Tá tudo bem? você me parece nervosa.
MARIA- O Rodrigo...
NÁDIA- O que tem o Rodrigo? Fala!
MARIA- Ele tentou me agarrar à força dentro do carro dele.
NÁDIA- O quê? Eu não posso acreditar.
MARIA- Ele me viu voltando para casa. E me ofereceu uma carona, e se aproveitou da situação.
NÁDIA- Aconteceu algo?
MARIA- Não. Por causa de mim e da minha coragem. Tomei o volante do carro dele e../
NÁDIA- O que Maria?
MARIA- O carro deu uma peitada num poste, e eu aproveitei para fugir.
NÁDIA- Você tem que denunciar ela para a polícia.
MARIA- Você acha mesmo?
NÁDIA- Sim. Ele pode tentar novamente. É melhor você ter bastante cuidado.
MARIA- Olha, Nádia. Amanhã eu vejo isso. Agora, eu quero é tomar um banho e dormir uma boa noite de sono.
Maria sai para o banheiro.

CENA 3. RUA [EXT.DIA]
Ferdinando anda a rua, e avista Carlos, que vaga pela rua.
FERDINANDO- Carlos é você? Eu não acredito... Você não enxerga cara.
Ferdinando corre onde Carlos, que quase é atropelado.
FERDINANDO- Carlos, o que você faz aqui na rua? Fugiu do hospital?
CARLOS- Não, Ferdinando. Eu tive alta e resolvi ir embora sozinho.
FERDINANDO- Você não pensa, Carlos? É como eu posso falar para vocês. Está cego, como ia chegar até algum lugar?
CARLOS- Eu dou meio jeito. Eu já consegue sair do hospital e vim até aqui mesmo.
FERDINANDO- Vou te levar para meu apartamento!
CARLOS- Tudo bom, Ferdinando. Eu agradeço sua ajuda!
Ferdinando leva Carlos para seu apartamento.

CENA 4. CLUBE [INT.DIA]
Tadeu e Nádia conversam. Tadeu recebe uma ligação.
TADEU- (Ao telefone) Alô. Tudo bem. Show. Pra quando? Vou ganhar quanto. Bom, é muito dinheiro. Tudo certo. Darei mais detalhes.
TADEU- Meu primeiro show! Não posso acreditar meu Deus! Obrigado!
NÁDIA- Muito feliz por você, Tadeu.
Tadeu e Nádia comemoram.
TADEU- Eu vou realizar meu grande sonho.
NÁDIA- A Maria também vai ficar muito feliz quando saber.
TADEU- Eu nem tive mais contato com ele, desde ontem à noite.
NÁDIA- Ela chegou em casa tarde, toda molhada, nervosa.
TADEU- O que houve com ela?
NÁDIA- Ela foi atacada pelo Rodrigo! Ele tentou agarrá-la à força.
TADEU- Eu não posso acreditar no que você acabou de me falar. Ele me paga.
Tadeu sai às pressas, possessivo. 

CENA 5. APARTAMENTO DE DÉSIRÉE [INT.DIA]
Désirée entrega uma mala com dinheiro para Benício.
DÉSIRÉE- Tá bom para você. 500,000 R$
Benício abre a mala.
BENÍCIO- É muito dinheiro, mas é o pagamento do meu trabalho. Vou aproveitar bem ele.
DÉSIRÉE- Bom, então você já pode sumir da minha vida e da vida do meu filho.
BENÍCIO- Seu filho? Nosso. Esqueceu que eu sou o pai dessa criança?
DÉSIRÉE- Você foi um pai de contrato. Não terá nada sobre ele ou ela. Abriu mão dos seus direitos paternos.
BENÍCIO- Quero ver meu filho crescer e se tornar um homem.
DÉSIRÉE- Você não vai ter o que sonha. Pega o dinheiro e some.
BENÍCIO- Vou lutar na justiça por esse direito. Vou participar da vida dessa criança, sim!
Désirée se assusta.

CENA 6. EVENTO DE MODA – SALÃO DE FESTAS [IN.TARDE]
Um evento de estilistas acontece. Muita gente. Fotógrafos e Jornalistas estão presentes. Bella e Luque encontram-se, eles conversam.
LUQUE-(Sorri) Bella, como sua marca foi ser classificada?
BELLA- Pela minha competência e das minhas candidatas.
LUQUE- Você quer me dizer que a Maria, ela quem salvou sua marca?
BELLA- Sim. Foi criativo da parte dela, desfilar de jaqueta, por que ela podia ter desistido.
LUQUE- Eu esperava isso. Eu e a Dominique temos é classe. Formos bastante elogiados pelos jurados.
BELLA- Vocês se acham, Luque! Sabia disso?
LUQUE- Temos é que nos achar mesmo, minha querida! Eu e a Dominique somos merecedores.
BELLA- Você é chato, sabia?
LUQUE- Ah... vai me dizer agora... que... não.
Bella anda um pouco, pega um copo de suco que estava em uma mesa, e finge que tropeça. E joga o suco sobre Luque.

CENA 7. DELEGACIA – SALA DO DELEGADO [INT.TARDE]
Maria denuncia Rodrigo para o delegado.
DELEGADO- Em que posso ajudá-la?
MARIA- Eu vim fazer uma denúncia. Denunciar uma pessoa!
DELEGADO- Quem? Eu estou a ouvidos.
MARIA- O Rodrigo Alarisse, o cantor famoso!
DELEGADO- Ah.. Ele te agrediu foi?
MARIA- Sim. Tentou me agarrar à força, visse. Foi sorte mesmo, de eu ter conseguido sair sem que ele me violentasse sexualmente.
DELEGADO- Esse é um crime muito sério. Violência contra a mulher. Esse desgraçado, merece mofar na cadeia.
MARIA- Eu temo por minha segurança. O que vocês vão fazer?
DELEGADO- Vamos no apartamento dele. E vamos fazer uma busca e apreensão.
MARIA- Muito obrigado, senhor delegado.
Maria respira, aliviada.

CENA 8. APARTAMENTO DE RODRIGO – [INT.NOITE]
A campainha toca. Rodrigo abre, e é surpreendido por Tadeu, que lhe dá um soco. Rodrigo cai no chão.

CENA 9. RIO DE JANEIRO [EXT.TARDE]
Um ônibus para. Umas pessoas descem, entre elas: José, Stella, Antônio e Beatriz, pais de Maria e Ferdinando, chegam ao Rio de Janeiro, em busca dos filhos.

Corta para o fim do capítulo 27...

Nenhum comentário:

Postar um comentário