Castelo de Areia - Penúltimo Capítulo.


NO CAPÍTULO ANTERIOR:
Branca reencontra sua filha, eles com medo da polícia vão para uma chácara afastada da cidade.
Júlia reve seu pai, ela descobre que Estela irá se casar há uma semana.
Branca ao saber que Estela irá se casar planeja sequestrá-la.
FIQUE AGORA COMO O CAPÍTULO DE HOJE:


CENA 01 / CHÁCARA / CASA / INTERIOR / NOITE.
BRANCA - Laerte, agora que a Júlia já foi dormir eu queria falar com você!
LAERTE - Diz!
BRANCA - A Estela nos tirou tudo o que nós tínhamos, dinheiro, paz e união. Será que não é a nossa hora de fazer o mesmo com ela?
LAERTE - Como assim?
BRANCA - A gente podia aproveitar que ela vai se casar em breve e sequestrar ela no dia do casamento. Aposto que o papai pagaria o que for para não matarmos ela.
LAERTE - Acabaríamos presos.
BRANCA - Não se fizermos tudo certo! É só tomarmos o cuidado de proibir que chamem a polícia e exigir um helicóptero nos esperando com malas de dinheiro em troca da libertação dela. O que acha?
LAERTE - É, estamos mesmo precisando de dinheiro. Nós temos direito à aquela empresa, agora que fomos deserdados nunca iríamos pôr as mão na herança. O único jeito é esse mesmo!
BRANCA - É o que eu acho!
LAERTE - Mas como faríamos isso?
BRANCA - Descobrimos o horário exato em que ela irá se casar e esperamos ela escondidos em frente a igreja. Ao que o motorista chegar de carro, nós apontamos uma arma para ele e obrigamos ele a entregar o carro com ela dentro. Daí deixamos um bilhete informando o sequestro e obrigando que não façam nenhuma gracinha.
LAERTE - E para onde iremos com a dita cuja?
BRANCA - Para a pilar!
LAERTE - Para a pilar? Ficou maluca?
BRANCA - Não. Entramos lá com ela e vamos até o heliponto da empresa. Ao que eles entregarem o dinheiro temos que fugir de imediato, antes que chamem a polícia.
LAERTE - Mas não vai ser fácil entrar lá.
BRANCA - Eu não disse que iria ameaçar matar a Estela? Então, nós entramos com uma arma apontada para ela, dúvido que não nos deixarão entrar com medo de matarmos a chefinha deles. Além do mais, no dia desse casamento a empresa estará completamente vazia.
Júlia aparece.
JÚLIA - Vocês vão sequestrar a Estela?
BRANCA - Filha, você estava aí?
JÚLIA - Eu estava. Porque vocês esperaram eu dormir para falarem sobre isso? Eu não confiável o suficiente para vocês?
BRANCA - Não minha filha, não é isso. Nós não queríamos que você nos ouvisse falar sobre isso. A gente não queria fazer isso, mais temos que fazer, porque ela destruiu nossas vidas, tirou tudo o que tínhamos, e também precisamos de dinheiro para ir embora do país. Eu só espero que você nos entenda meu bem.
JÚLIA - Eu entendo. Mas vocês deveriam ter confiado em mim.
BRANCA - Eu sei. Me desculpe! Mais que tal nos ajudar descobrindo o horário que sua tia chegará na igreja? E se ela chegará sozinha ou acompanhada?
JÚLIA - Tá bom, amanhã eu descubro com a Flávia.
AMANHECE.
CENA 02 / MANSÃO BITENCOURT / INTERIOR / QUARTO DE ESTELA / DIA.
Estela prova o vestido de noiva.
HELENA - Está muito bonito minha filha.
REGINA - Está uma princesa.
ESTELA - Eu não vejo a hora de chegar na igreja e dizer sim.
CENA 03 / CHÁCARA / INTERIOR / SALA / DIA.
JÚLIA - Eu descobrI! Ela se casará na próxima sexta às oito da noite. Ela chegará de carro sozinha, será recebida pelo vovô assim que chegar.
BRANCA - Ótimo, preparem as armas!
DIAS DEPOIS…
CENA 04 / MANSÃO BITENCOURT / INTERIOR / SALA / NOITE.
Estela desce as escadas vestida de noiva.
AUGUSTO - Minha filha, eu já vou indo na frente. Nos encontramos na igreja.
ESTELA - Até lá pai!
Ela vai para fora e entra no carro.
CENA 05 / IGREJA / EXTERIOR / NOITE.
Branca e Laerte esperam por Estela escondidos.
BRANCA - Fique atento, ela já está para chegar!
O Carro com Estela chega. Laerte vai até ele, quando o motorista desceu para abrir a porta para Estela ele diz:
LAERTE - Larga o carro e a mulher! Ou então eu estouro a tua cabeça!
MOTORISTA - Por favor senhor!
LAERTE - Anda! Larga o carro! O você quer morrer agora?
MOTORISTA - Tudo bem.
Branca entrega uma carta a ele:
BRANCA - Entrega para o pai da noiva!
Laerte e Branca entra no carro e travam as portas.
ESTELA - Branca? Laerte?
BRANCA - Surpresa irmãzinha? Vamos te sequestrar (risos).
ESTELA - Por favor Branca! Me solta! Hoje é o dia do meu casamento!
BRANCA - Cala a boca! E você por acaso pensou em mim quando destruiu a minha vida e a da minha família?
ESTELA - Branca, por favor!
BRANCA - Por favor nada! Fica quieta! É pro teu bem.
CENA 06 / IGREJA / INTERIOR / NOITE.
O Motorista vai falar com Augusto.
MOTORISTA - Senhor, apontaram uma arma para mim e levaram o carro junto com sua filha junto!
AUGUSTO - Cadê ela? Como você deixou isso acontecer?
Ramiro escuta e vem ouvir a conversa.
RAMIRO - O que fizeram com a Estela?
MOTORISTA - A mulher mandou lhe entregar essa carta!
Augusto lê a carta
Olá papai, é a Branca! Só quero lhe dizer que sua filhinha foi sequestrada. Eu e o Laerte estamos esperando por você, nos traga dois milhões de dólares no heliponto da PILAR. Vem até aqui, ah e mande preparar um helicóptero para nós sairmos em segurança. Se chamar a polícia a Estela vai morrer! Eu espero que vocês cumpra tudo certinho!
Augusto conta o que está na carta para todos.
RAMIRO - O Senhor tem esse dinheiro?
AUGUSTO - Tenho sim!
CENA 07 / PILAR / ENTRADA / NOITE.
Laerte e Branca ameaçam matar Estela caso os funcionários chamem a polícia. Eles dizem que estão aguardando por Augusto.
CENA 08  / PILAR / HELIPONTO / EXTERIOR / NOITE.
BRANCA - Agora é só esperar o papaizinho chegar com o money! Reza para ela fazer tudo conforme o combinado. Ou do contrário, será um prazer te matar!
CONTINUA AMANHÃ, NO ÚLTIMO CAPÍTULO!


Nenhum comentário:

Postar um comentário