Temporada de Inverno ❄️⛄️

Castelo de Areia - Capítulo 28.


NO CAPÍTULO ANTERIOR:
Alexandre tenta atirar em Estela mas erra o alvo.
A polícia chega ao shopping e conseguem pela câmera de segurança descobrir o rosto de Alexandre.
Na delegacia Estela diz reconhecer o rosto de Alexandre.
O delegado diz que irão atrás dele, e que já sabem a identidade de Alexandre.
Augusto fica preocupado com o que ocorreu com as filhas.
Branca liga para Alexandre, ela avisa a ele que a polícia está a sua procura.
FIQUE AGORA COM O CAPÍTULO DE HOJE:


CENA 01 / MANSÃO BITENCOURT / INTERIOR / QUARTO DE BRANCA / NOITE.
Branca liga para Alexandre.
BRANCA - A polícia já sabe que foi você! As câmeras do shopping capturaram sua cara, idiota! Eu falei pra você tomar cuidado. Agora saia o mais rápido possível da cidade. A polícia logo, logo vai estar aí, batendo na sua porta!
ALEXANDRE - Droga! Sabia que ia dar merda.
BRANCA - Isso tudo só aconteceu por conta da sua incompetência. Como você vai cometer um crime de cara limpa?
ALEXANDRE - Olha aqui madame. Eu não quero saber de mais nada, agora o erro já está feito. O que eu quero agora é dinheiro. Muito money!
BRANCA - Pode ir tirando o cavalinho da chuva. Você não cumpriu com o que me prometeu. Disse que iria matar ela há vinte anos atrás, e o que aconteceu? Nada! Disse que iria se redimir a matando ontem e o que aconteceu? Nada!
ALEXANDRE - Se eu fosse a madame eu daria o que eu quero. A senhora sabe que eu sei muita coisa a seu respeito, já pensou se eu resolvo dar com a língua nos dentes?
BRANCA - Ah é? Então experimenta. Vai! Só que se eu cair, eu caio por cima. Você é quem mais tem a perder se der com a língua nos dentes. Eu sou rica, saio fácil, fácil da prisão, já você… E além do mais eu mando te matar na cadeia.
ALEXANDRE - Você tá pensando que eu tenho medo, é?
BRANCA - Olha, se eu fosse você eu teria. Eu sou louca. Não tenho nada a perder te mandando para o inferno. Mas como eu sou boa, eu vou te dar o dinheiro que você tanto quer.
ALEXANDRE - Eu vou passar ai para pegar!
BRANCA - Não! Eu vou te dar, mais não hoje. Eu irei depositar para você. Mais primeiro você tem que sair da cidade. Ou então vão te pegar!
ALEXANDRE - Tá bom. Eu saio. Mas me deposite, ou então a senhora já sabe…
Desliga.
BRANCA - Sempre fica uma testemunha das nossas maldades pronta para nos chantagear… Mais os mortos não falam. Não é mesmo?
AMANHECE.
CENA 02 / MANSÃO BITENCOURT / INTERIOR / SALA / DIA.
AUGUSTO - Estela minha filha, agora que você recuperou por completo a sua memória, eu quero você de volta na empresa. Junto com seus irmãos, o que acha?
ESTELA - Acho uma ótima idéia papai. Eu estou mesmo com vontade de fazer algo, de me sentir útil.
AUGUSTO - Vá até lá com a Branca, diga a ele para ir inserindo você na empresa aos poucos.
ESTELA - Onde está a Branca?
AUGUSTO - Você viu a Branca, Regina?
REGINA - Saiu cedinho para a empresa, nem tomou café.
Laerte desce as escadas.
AUGUSTO - Olha ai. Vá com seu irmão minha filha.
LAERTE - Onde Estela quer ir?
AUGUSTO - Na empresa. Ela em breve se juntará a vocês no comando dos negócios.
LAERTE - Então vamos.
Eles saem.
CENA 03 / CASA DE ALEXANDRE / INTERIOR / SALA / DIA.
ALEXANDRE - Eu acho melhor eu já ir saindo daqui, logo, logo a polícia tá aqui batendo no meu cafofo. Eu não vou esperar a madame depositar dinheiro nenhum não. Eu vou lá na empresa e vou pegar hoje mesmo. Só tenho que tomar cuidado.
MAIS TARDE…
CENA 04 / PILAR / INTERIOR / SALA PRINCIPAL / DIA.
Branca passa pelo corredor, Alexandre que está de capuz a puxa pelo braço.
BRANCA - O que é isso? O que você faz aqui?
ALEXANDRE - Eu preciso de dinheiro madame. Não dá pra esperar não.
BRANCA - Sai daqui. Vai que alguém te vê.
ALEXANDRE - Eu só saio quando a madame me pagar o que deve.
BRANCA - Tá vem comigo!
Nesse momento Estela e Laerte chegam. Laerte chama Branca.
LAERTE - Branca.
Ela e Alexandre se viram para trás. Branca não sabia que Estela estava lá. Estela se surpreende ao ver Branca e o homem que tentou atirar nelas juntos.
ESTELA - O que esse homem tá fazendo aqui? E junto com você? Vocês se conhecem?
CONTINUA…
ATÉ A PRÓXIMA SEGUNDA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário